sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Porto de Imbituba/SC - Com quantos políticos se traz um navio?

        
Justiça nega pedido de empresa para continuar administrando Porto de Imbituba/SC

A Justiça Federal negou o pedido da Companhia Docas, uma empresa privada, para retomar a administração do Porto de Imbituba (SC). A administração do empreendimento retornou à União e à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), mas a empresa ajuizou uma ação tentando assegurar a continuidade do contrato.

Em novembro do ano passado, o governo federal assinou um convênio com o governo do estado para repassar a administração do porto para o estado. O convênio tem duração de dois anos, mas, de acordo com a assessoria de imprensa do governo de Santa Catarina, existe interesse de assumir o controle do porto por mais tempo.

Histórico

No ano de 1919, com a morte de seus dois irmãos, vítimas da gripe Espanhola, Henrique Lage assumiu o cargo de Diretor Presidente da Companhia Nacional de Navegação Costeira, cumulando-o com a direção da Organização Henrique Lage.
Em novembro de 1922, foi mudada a razão social da Organização Henrique Lage, para Companhia Docas de Imbituba, cujas atividades tiveram início em janeiro de 1923, tendo como diretor o engenheiro Álvaro Monteiro de Barros Catão e gerente Sávio da Cruz Secco. Estava, assim, fundada a Companhia Docas de Imbituba.O porto foi administrado durante 70 anos pela Companhia Docas de Imbituba.

Era, portanto, o único porto público do país administrado por uma empresa privada. A Companhia Docas de Imbituba tinha como funções principais, gerenciar e fiscalizar todas as atividades e operações portuárias, empresa de Capital Aberto com concessão para exploração comercial do Porto de Imbituba até dezembro de 2012.

Em dezembro de 2012, a administração do Porto de Imbituba foi delegada ao Estado de Santa Catarina, por intermédio da empresa SC Par Porto de Imbituba S.A., subsidiária integral da holding estadual SC Participações e Parcerias S.A.

                               Enquanto isso... 


Empregados em frente ao portão do Porto de Imbituba

Aquele desenvolvimento repentino, que se propagou, não ocorreu. Onde estão as milhares de carretas que seriam vistas no acesso ao Porto? Onde estão os navios que viriam (nem os de cruzeiro!)? A previsão para isso, eram de quatro anos. Já se passaram... e nada!
Um porto é algo muito maior que a própria cidade que o abriga. É um produtor de desenvolvimento para um conglomerado de municípios que faz parte de sua vizinhança.
É gerador de riquezas e renda. E tudo isso estão jogando no ralo. E a população assiste passivamente ao definhamento do patrimônio público, como se não fosse problema seu; como se não refletisse no seu emprego ou na sua qualidade de vida. 
Leitor, a situação que se gerou no Porto de Imbituba , segundo o autor deste texto. foi causada pelo governo federal, que, tendo conhecimento, durante 70 anos, de que a concessão acabaria em dezembro de 2012, nada fez para definir como se processaria a mudança na administração. Teve que fazer um contrato precário com o governo de Santa Catarina para, precariamente, administrar o Porto por um ano, podendo ser prorrogado por mais doze meses.
Com isso, o Porto de Imbituba poderá sofrer enorme perda de seu valor comercial, não atraindo grandes investidores ou ter seu preço lançado lá embaixo, num futuro processo licitatório. Chego a suspeitar que o objetivo é esse mesmo.
Leia o artigo completo de onde foi retirado o texto acima: http://www.blogpenadigital.com/2013/02/porto-de-imbituba-esta-sendo.html#ixzz2KGkb69HU

         Você gostaria de contribuir sobre este assunto? Deixe aqui seu comentário! 

5 comentários:

  1. Obrigado por divulgar o blog Pena Digital!

    ResponderExcluir
  2. Por isso que to com NOJO DA POLITICA DE IMBITUBA!!
    É um absurdo, após uma eleição recheada de ataques e guerra que chegou até a ter agressões as pessoas, nós pensamos que após o resultado as pessoas voltariam a se falar na cidade, que tudo voltaria ao normal, mas não foi assim, a guerra continuou no campo dos cargos e da disputado do poder, era um lado dizer que ia ser algo e o outro lado já falava mau e brigava para o outro não pegar nada, tudo pela GANANCIA E PELO MALDITO PODER!
    Na disputa pela superintendia do porto de Imbituba tinha tudo para ser um IMBITUBENSE, só que os políticos vencedores (que eu votei inclusive) acabaram por massacrar o lado que foi derrotado (não tenho nada contra o rapaz) insinuando que se ele fosse o diretor do porto de Imbituba iria acabar com o porto, e assim foi essa guerra de cargos sendo que no fim, acabou acontecendo com IMBITUBA o que sempre aconteceu, PERDEMOS PARA FORASTEIROS!
    Sob o disfarça de conhecimento técnico entregamos nosso maior tesouro para pessoas de outra cidade, Lages, Joinvile, videira, Itajaí e outras cidades muitos distantes e o pior aconteceu, estamos vendo nossos filhos HUMILHADOS, EXPULSOS, BARRADOS, por essas pessoas que não estão nem ai se o nosso povo, acabando o governo eles vão para outros cargos no governo e não voltam mais para nossa cidade, sabe porque isso? Por mesquinharia dos nossos políticos, pois se fosse alguém daqui que vive aqui, que mora aqui, duvido que isso aconteceria.
    Eu votei 45, votei porque acho que o governo do Beto merecia a continuidade por tudo que fez, fiquei com algumas duvidas durante a eleição pela sede de poder que os lados apresentaram, mas mantive minha posição, não tenho promessas de receber emprego, nem tenho interesse, por isso posso falar, pois votei por convicção, e não estou arrependido, mas infelizmente o que se vê na pratica é briga para quem pega os CARGOS, quem tem mais poder, quem indica quem, quem vai ser o fornecedor do que, e isso me enoja, a cidade está jogada, o verão está sem atrativos, a cidade está perdendo turistas a cada dia para os vizinhos Garopaba e Laguna e isso me chateia, não se vê mais o prefeito, o FACEBOOK se calou, aquelas pessoas que falavam mau uns dos outros, a o governo do estado é ruim, não é o do município, e no fim agora todos são um só, pois o Beto agora é secretario e não toma mais posição contra o presídio, contra a estadualização ou a maneira com que o estado vem tratado nossos amigos no porto, o prefeito não fala nada, parece que todos estão comemorando a perda que muitas famílias estão tendo.
    Povo de IMBITUBA, vamos ser menos mesquinhos, olho grande, invejosos e vamos agir, prefeito Jaisom, eu votei no senhor para o senhor defender o nosso povo, cadê o senhor??? Beto Martins, dei meu voto de confiança no seu governo pois você era combativo e lutava pelos interesses de Imbituba, o que aconteceu ? tem a ver com a sua empresa que presta serviço ao porto ou tem a ver com o fato de você estar no governo e agora ta tudo certo? Vereadores independente do partido vamos nos unir, senhores representantes de classe, OAB, CDL, ACIM (parem de organizar festas e façam o trabalho de vocês de fortalecer o emprego e o empreendedorismo na cidade), Imbituba está parada, e não pode parar, pois todos perdem!!
    (Antonio Carlos Angioletti)

    ResponderExcluir
  3. O prazer foi nosso, de podermos divulgar os dois lados desta mesma moeda, fique a vontade quando precisar de nosso espaço.

    Cordialmente

    Jackie

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Soraia por participar neste Blog, publicando este texto desabafo de um cidadão Imbitubense

    ResponderExcluir